Quais os remédios indicados para combate ao alcoolismo?

Quais os remédios indicados para combate ao alcoolismo?

Certamente existem remédiosindicados para combate ao alcoolismo, sendo que muitas pessoas entendem quenem sempre apenas o tratamento com psicólogos acaba sendo suficiente para selivrar do vício do álcool.

Porém, é importante destacar queesses medicamentos devem ser liberados pelos médicos, e os mesmos precisam sermonitorados constantemente, caso contrário existe a possibilidade de a pessoase viciar em outra substância trocando o álcool por medicamentos.

É importante entender ainda, queno tratamento do alcoolismo, é válido lembrar que o alcoólatra deve querer efetivamentese curar caso decida fazer o tratamento, sendo que a utilização irregular dosremédios, juntamente com a ingestão de bebidas alcoólicas pode agravar aindamais essa situação.

Ademais, todos esses remédiosdevem ser tomados conforme a indicação do médico psiquiatra, sendo que o mesmoé um dos melhores especialistas para acompanhar pessoas alcoólatras no processode recuperação dessa doença.

Dessa forma, entenderemos umpouco mais sobre quais são os remédios indicados para combate ao alcoolismo,e qual é a importância de fazer uso dos mesmos da forma correta.

Mas e quais são os remédios indicados paracombate ao alcoolismo?

Entre os remédios indicadospara combate ao alcoolismo, podemos citar alguns, lembrando sempre queesses tratamentos devem ser indicados por médicos e devem ser monitorados paraque os resultados sejam analisados. Abaixo estão alguns:

Dissulfiram

Sim, o Dissulfiram nada mais é doque um inibidor das enzimas, as mesmas são responsáveis por decompor o álcool eacabam ainda por transformar o acetaldeído (produto intermédio de seumetabolismo) em acetato que também é uma molécula eliminada pelo organismo.

Lembrando sempre que esseprocesso é capaz de levar ao acúmulo de acetaldeído no organismo, que também éresponsável pelos sintomas da ressaca, e acaba fazendo com que a pessoa tenhasintomas tais como: dores de cabeça, vômitos, pressão baixa e dificuldade pararespirar quando ingere bebida alcoólica.

Isso acaba então fazendo com quea pessoa deixe de beber, além disso, é importante que a pessoa siga asorientações corretas do medicamento sobre o modo de usar, para que omedicamento surta efeito.

Quanto ao modo de usar, é válidolembrar que geralmente a dose recomendada é de 500mg ao dia, no entanto, tudodependerá da receita médica passada pelos responsáveis pelos tratamentos.

Além disso, é importante entenderainda, que pessoas que possuem hipersensibilidade aos componentes não devemfazer uso desse medicamento, e pessoas com cirrose hepática, mulheres grávidasou com hipertensão não devem fazer uso do mesmo.

Acamprosato

Outro dos remédios indicadospara combate ao alcoolismo, esse medicamento faz parte da Guia deReabilitação, e é capaz de bloquear o neurotransmissor glutamato, que também éproduzido em maior quantidade justamente devido ao uso crônico do álcool.

Ele ajuda a reduzir os sintomasde abstinência, e ainda ajuda a permitir que a pessoa consiga parar de bebercom maior facilidade.

Sendo assim, para usar geralmentea dose recomendada é de 333mg, e ainda três vezes por dia, ou de acordo com aprópria indicação do médico. Além do mais, pessoas com hipersensibilidade aoscomponentes, lactantes e pessoas com problemas graves no rim não devem tomar!

Além do mais, devemos lembrarainda que diversos estudos têm mostrado que esses medicamentos ainda sãopromissores para o tratamento do alcoolismo.

Naltrexona

Devemos destacar ainda que analtrexona acaba agindo ainda inibindo por completo os receptores opioides,sendo que ainda acaba fazendo

A naltrexona age inibindo osreceptores opioides, fazendo com que a sensação de prazer provocada peloconsumo de álcool, seja reduzida. Como consequência, a vontade de consumirbebidas alcoólicas diminui, prevenindo recaídas e aumentando o tempo deabstinência.

Para usar, precisamos lembrar quea dose recomendada é de 50mg ao dia, ou de acordo com a própria indicação domédico.

Ademais, pessoas com hipersensibilidadeaos componentes deste medicamento, mulheres grávidas e pessoas com doençashepáticas não devem fazer uso do mesmo.

Esses são apenas alguns exemplosdos remédios indicados para combate ao alcoolismo, entretanto, aindaexistem outros, porém, todos devem ser recomendados pelos médicos.

Quais são os sintomas do alcoolismo?

Antes de fazer tratamento, éimportante que o próprio adicto ou a pessoa responsável por ele, percebaexatamente quais são os sintomas do alcoolismo, sendo assim, vamos conferir abaixoalguns deles:

·       Pessoas viciadas em álcool bebem sozinhos, mesmofora de situações sociais que envolvam esses produtos;

·       Pessoas que continuam bebendo mesmo percebendoque estão se afastando da família e de amigos que não bebem;

·       Pessoas que possuem dificuldades para parar debeber mesmo já estando embriagados;

·       Pessoas que apresentam alucinações e paranoias;

·       Pessoas que tendem a esconder evidências doconsumo de bebidas alcoólicas;

·       Apresentam sinais preocupantes, entre eles aperda de memória, insônia, falta de apetite e tremores;

Como buscar ajuda para o alcoólatra?

Buscar ajuda para uma pessoa queestá no alcoolismo pode ser mais difícil do que parece, entretanto, existemcentros clínicos capazes de ajudar na reabilitação da pessoa.

Porém, é importante ter em menteque essa escolha deve ser bem pensada caso contrário a pessoa não se recupera.

Claro que se o seu familiar estábem interessado na questão da internação então está ótimo, e isso será degrande valia, e depois então tomará a atitude de entender realmente comofuncionam essas instituições.

Ademais, é importante compreenderse as instituições são abertas ou fechadas, ou ainda se são consideradashospitais psiquiátricos. Tudo isso porque o foco é todo na assertividade dotratamento para que o paciente consiga sair dessa situação restabelecido!

Além do mais, dependendo doestado em que a pessoa está, então fica um pouco mais difícil a recuperação domesmo, sendo assim, o ideal é recorrer mesmo aos hospitais psiquiátricos ouainda para as clínicas fechadas.

Muitas vezes a família deve entãobuscar a internação involuntária ou até mesmo compulsoriamente, quando é o casoem que o adicto não reconhece que está doente, o ideal é dialogar com a pessoaenquanto está consciente.

Porém, sabemos que na maioria dasvezes isso não ajuda muito, sendo assim, é importante ir em busca de ajuda em nosso Catálogo de Clínicas de Recuperação e sepreciso for internar a pessoa contra sua vontade! 

Artigos recentes

Outros artigos que podem te interessar

Quem é alcoólatra pode pegar o coronavírus?
Quem é alcoólatra pode pegar o coronavírus?

Quem é alcoólatra pode pegar o coronavírus? É fato de que o coronavírus, por ser uma doença relativamente nova, traz muitas incertezas...

 Tratamento na clínica para recuperação de álcool
Tratamento na clínica para recuperação de álcool

O tratamento na clínica para a recuperação de álcool pode ser uma perfeita solução para essa doença chamada alcoolismo....

O que fazer quando se tem um filho drogado?
O que fazer quando se tem um filho drogado?

O que fazer quando se tem um filho drogado é uma pergunta que atormenta diariamente milhares de famílias no Brasil e no mundo. Hoje trarem...

Entre em contato

Fique por dentro das novidades

Cupons de desconto, novidades e muito mais

Podemos te ajudar?